FIIMP

Guia para institutos e fundações que desejam apoiar e investir no ecossistema de finanças sociais e negócios de impacto

Guia impresso e digital

Como institutos e fundações podem investir em negócios de impacto socioambental? Como monitorar o impacto social dos investimentos? Para responder essas e outras dúvidas comuns quando o tema é investimento de impacto, e inspirados pela Força Tarefa de Finanças Sociais, foram unidos 22 fundações e institutos familiares, empresariais e independentes com o intuito de aprender juntos, criando o FIIMP – Fundações e Institutos de Impacto.

Para compartilhar seus aprendizados, esta publicação mostra as etapas do processo pelo qual as organizações filantrópicas do FIIMP passaram em 2017 e responde diversas perguntas que podem apoiar outras organizações a iniciar sua jornada de investimento de impacto.

Desde 2014 a Força Tarefa de Finanças Sociais tem realizado um trabalho intensivo para o fortalecimento e potencialização do ecossistema de Finanças Sociais e negócios de impacto no Brasil. Um dos frutos dessa ação, o FIIMP, composto por 22 Fundações e Institutos, nasceu em 2016, e seus participantes tinham como objetivo “se unir para aprender, acompanhar e conhecer os resultados de investimentos de negócios de impacto, experimentando o uso de diferentes instrumentos financeiros”. Nessa jornada, buscou-se uma visão mais ampla deste ecossistema, selecionando Intermediários que apoiassem os negócios em gestão, governança, mobilização de capital, avaliação de impacto e networking.

As 22 Fundações e Institutos que compõem o FIIMP são: Childhood, Fundação BMW, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Fundação Lemann, Fundação Otacílio Coser (FOCO), Fundação Raízen, Fundação Telefônica Vivo, Fundação Tide Setubal, Fundo Vale, Instituto Ayrton Senna, Instituto Coca-Cola, Instituto Cyrela, Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto EDP, Instituto Holcim, Instituto InterCement, Instituto Phi, Instituto Sabin, Instituto Samuel Klein, Instituto Vedacit, Instituto Votorantim e Oi Futuro. O grupo conta com o apoio técnico do GIFE, Phomenta e ANDE (Aspen Network of Development Entrepreneurs). 

Email marketing e postal

O Umcomum foi contatado pelo FIIMP para desenhar o material que resultou desta jornada de aprendizado. Este material visa ajudar qualquer organização que tenha a intenção de adentrar o universo do investimento de impacto social e mostrar as nuances deste ecossistema. Assim, o trabalho começou com a concepção do formato do material, tanto impresso quanto digital, e também teve suas vertentes para a comunicação e lançamento do FIIMP no evento do 10º Congresso do GIFE.

O projeto gráfico do guia não deveria ser baseado em nenhuma das identidades visuais das organizações participantes da rede, e deveria expressar ao mesmo tempo a seriedade e profundidade do trabalho das 22 organizações, de atuação consideravelmente distintas entre si, e o caráter experimental e inovador do trabalho colaborativo realizado durante os últimos anos de jornada. 

Acesse o material clicando no link:

bit.ly/baixeFIIMP

EXPEDIENTE

 

Sistematização  

Kalo Taxidi 

 

Redação 

Kalo Taxidi e ponteAponte 

 

Projeto gráfico e diagramação 

Umcomum 

 

Revisão 

Márcia Sores  (coordenação)

Célia Cruz

Flávia Vianna

Mariana Hermanny

Nayara Bazzoli

Fernando Campos

Greta Salvi

 

Promoção  

FIIMP – Fundações e Institutos de Impacto